Piadas do "Alô, Bom Dia":

O caipira comprou um sítio no meio de um matagal e sozinho, começou a trabalhar. Capinou, arou, construiu um galinheiro, um pomar, fez uma horta e uma casinha de dar inveja aos seus vizinhos.
Um dia, o padre resolveu aparecer por lá para pedir um donativo e comentou:
- Que belo trabalho vocês fizeram aqui!
- Vocês?
- Sim, você e Deus!
- Ahhh! Mas o senhor precisa ver como é que tava isso aqui na época que Ele cuidava sozinho!

***
- Onde você estava? - pergunta a mãe à menininha.
- No quarto, brincando de médico com o Joãozinho.
- De médico!?! - a mãe dá um grito e um salto da cadeira.
- Médico do SUS, mãe... Ele nem me atendeu!

***
O sujeito tinha quatro filhos, três bonitos, fortes e saudáveis e um, o mais novo, que se chamava Josias e era mirradinho, raquítico, todo estropiado. Viveu a vida toda, desconfiando da mulher, mas nunca tivera coragem de tocar no assunto, porém, já em seu leito de morte, desabafa:
- Meu amor... eu gostaria de saber se o Josias é realmente meu filho.
- Querido...
- Por favor, não minta pra mim. Se não for, não tem problema... eu te perdôo desde já. Eu só queria saber a verdade...
- Sim, querido. - responde a mulher. - Você é o pai de Josias sim, juro por tudo o que é mais sagrado...
- Puxa, que bom ouvir isso... - solta o seu último suspiro e morre.
E a esposa, aliviada:
- Ainda bem que ele não perguntou dos outros três!

***
O sujeito estaciona um Vectra na porta do açougue, desce e pergunta:
- O senhor tem filé mignon?
- Tenho sim!
- Então me dá 20 quilos!
Em seguida, estaciona um Santana no mesmo local:
- O senhor tem picanha?
- Tenho sim!
- Então me dá 5 quilos!
Em seguida, estaciona um fusquinha todo ferrado:
- O senhor tem braço?
- Tenho sim!
- Então levanta que isso é um assalto!

***
Um motoqueiro vai pela estrada e, sem querer, atropela um papagaio.
Condoído, ele para, encosta a moto, pega o papagaio e leva-o pra casa.
Lá, o motoqueiro lhe dá todos os cuidados necessários: cura os ferimentos, lava as penas do papagaio e o coloca numa gaiola confortável.
No dia seguinte, com as primeiras luzes, o papagaio acorda, se espreguiça e, sem conseguir reconhecer o lugar onde se encontrava, tenta lembrar o que havia acontecido. A primeira imagem que vem à sua cabeça é ele indo de encontro à moto.
- Caramba ! - exclama o papagaio. - Matei o cara da moto e fui em cana!

***
Prestes a completar 18 anos, o filho roqueiro, revoltado e cabeludo de um pastor da igreja resolve fazer um pedido:
- Aí, paizão! Cê tá ligado que eu vou fazer 18 anos, né?
- Sim, filho...
- E, tipo assim, que carro eu vou ganhar, paizão?
- Humm... As coisas não são tão fáceis assim, meu filho... Se você quer ganhar um carro, vai ter que se esforçar...
- Ih... Como assim, velho?
- Você melhora suas notas na escola, estuda a Bíblia todos os dias e corta esse cabelo horrível...
O filho fica meio chateado, mas se esforça para mudar e, um mês depois, volta a pedir o carro para o pai.
- Filho, eu estou realmente orgulhoso de você... - diz o pai - Você dobrou suas notas na escola e estudou a Bíblia incansavelmente... Mas e o cabelo, filho?
- Ah, paizão... Lendo a Bíblia eu fiquei pensando... Sansão tinha cabelo grande, Noé tinha cabelo grande, Jesus tinha cabelo grande... E todos eles eram pessoas maneiríssimas...
- Com certeza! - concordou o pai - Mas tem um detalhe!
- Qual? - perguntou o filho curioso...
- Todos eles andavam a pé!

***
Um político sobe no palanque e começa o discurso:
- Eu vou construir mais de quinhentas "escola"!
Os eleitores ficam em silêncio, constrangidos com o mau português.
- Eu vou construir as "igreja", as "creche"...
O silêncio fica ainda mais constrangedor. Daí um assessor chama ele e diz:
- Pôxa, chefe... Emprega o plural que o senhor vai ganhar mais votos!!
O político se empolga e continua:
- Eu vou arrumar um emprego pro plural! Pra mãe dele! Pro pai! Pra toda a família, pois eles "merece"...

***
Um Juiz queria construir um TRT e chamou três empreiteiros: um alemão, um americano e um brasileiro.
- Faço por 3 milhões de dólares - propôs o alemão: Um pela mão-de-obra, um pelo material e um para meu lucro.
- Faço por 6 milhões de dólares - propôs o americano: Dois pela mão-de-obra, dois pelo material e dois para o meu lucro. Mas o serviço é de primeiríssima qualidade, coisa de primeiro mundo.
- Faço por 9 milhões de dólares - disse o brasileiro.
- Nove milhões? - assustou-se o Juiz: - Não é demais? Por quê esse valor tão alto?
- Três para mim, três para você e três para o alemão fazer a obra.

***
Um português preocupado com sua saúde procurou um médico urgente:
- Doutor, pelo amor de Deus, estou sentindo dores no corpo todo...
- Dê exemplos por favor...
- Ah doutor, eu ponho o dedo no pé, dói, ponho o dedo no peito, dói, ponho o dedo
na cabeça, dói, como pode ver, todo meu corpo dói...
- Huuuum, acho que já sei...
- O que é doutor, pelo amor de Deus, é grave?
- Não Manoel, não é grave, você apenas quebrou o dedo.
Share on Google Plus

About Alexandre Ferreira

Blog do comunicador Alexandre Ferreira - Jornalista, Radialista e Professor Universitário.

2 comentários:

Cesar Butturini Frambach disse...

CESAR BUTTURINI FRAMBACH
22/12/2009 - 20h53m.
Meu prezado Alexandre, as PIADAS, foram maravilhosas. Rimos, porque hoje raramente lemos bôas piadas. Antigamente recebíamos Almanaques, ainda tenho um do ano de 2006, distribuido pela (Drogaria do Povo), hoje inexistente mais que nos alegrávamos muito. O Almanaque era perfeito! Obrigado Alexandre!

olhar urbano disse...

Pois é Alexandre....essas piadas além de super engraçadas...são inteligentes...gosto da piada do TRT....super mesmo !! Abraços