Piadinhas inéditas para alegrar o seu dia!

Uma mulher chega ao Ginecologista. O médico pede que ela se deite e que abra as pernas. Ele se coloca na posição de observação da região genital... .
De repente aquela voz se propaga pelo consultório:
- Mas que perereca Grande...grande....grande....grande...ande... nde......
Aí a mulher assustada, sem jeito e zangada, diz pro médico, em tom de irritação:
- Mas o que é isso, doutor...?? Pra que ficar repetindo que minha perereca é grande...!!!!??? E ainda por cima, gritando...!! Assim, a torcida do Flamengo toda vai ficar sabendo...
E aí o médico, responde de imediato:
- Mas quem é que disse que eu repeti ou gritei, Dona..., Foi o eco!!!

***
O cara estava cansado de ouvir rumores que sua esposa o traia. Um dia, saiu de casa, no horário de sempre para o trabalho, mas, após a esposa dar adeus e fechar a porta, ele rapidamente sobe até o alto de uma mangueira frondosa em frente a sua casa e resolve passar o dia ali observando o entra e sai de sua casa.
Um pouco depois, aparece um cidadão, forte, fica em pé justamente embaixo da mangueira como se esperasse alguém. Pega uma manga no chão, chupa-a, ... outra.., e vai chupando manga.
E o cara lá no alto só sacando, só olhando.
Nisso abre a porta de sua casa e sua esposa grita:
- Vem, meu amor, ele já foi embora!
O “ricardão” joga a ultima manga no chão e corre pra dentro da casa.
O marido desce da mangueira, furioso:
- Hoje pego os dois no flagra! Vou matá-los!
Vai no armário de ferramentas, pega um facão, entra na casa e se depara com o “ricardão” com a boca nos peitos de sua esposa.
Grita o marido com a faca na mão:
- SAFADO, OCÊ VAI MORRÊ!
Nisso o “ricardão” tira da sua capanga, um trezoitão (um revólver) e aponta pro marido:
- Morrer porque?
E o corno:
- Você tava chupando manga e agora tá tomando leite...

***
Na rodoviária o rapaz chega no balcão de uma empresa de ônibus para comprar passagem e fala:
- Uma passagem para Aparecida, ida.
O português ouve e fica calado, quando chegou a vez dele, falou:
- Uma passagem para Ubatuba, tuba.

***
Um rapaz entra em um bar numa cidadezinha do interior e vê apenas um senhor, já de idade, no balcão, e uma senhora bem velhinha na cozinha. Meio que sem jeito, pede um cafezinho:
- Com licença, o senhor poderia me servir um café?
- Com toda certeza meu jovem - diz o senhor enquanto se vira em direção a senhora e diz:
- Amor da minha vida, traz um café para o rapaz!
- Sem querer abusar, o senhor pode me trazer umas rosquinhas? - indaga o jovem.
- Prontamente! - responde o senhor, que novamente se vira em direção a senhora e diz:
- Razão da minha existência, traz umas rosquinhas para o jovem.
Surpreso com o atendimento do senhor, o rapaz se sente a vontade e pede também um pedaço de bolo.
- Sem problema! - replica o senhor. E novamente fala com a senhora:
- Meu docinho de coco, traz um pedaço de bolo para o jovem.
Já sem o que dizer, o rapaz não se agüenta de curiosidade e pergunta:
- O senhor é casado com esta senhora?
- Sim a 50 anos! - responde sorridente o velhinho.
- Caramba! 50 anos! E o senhor continua com todo esse amor e carinho com a sua senhora, "meu amor", "meu docinho de coco"! - fala o rapaz meio que emocionado...
- Amor nada, rapaz!!! É que faz 10 anos que eu esqueci o nome dela...
Share on Google Plus

About Alexandre Ferreira

Blog do comunicador Alexandre Ferreira - Jornalista, Radialista e Professor Universitário.

1 comentários:

RaMoN Martins disse...

Haha, boas piadas, um sorriso realmente faz toda a diferença no dia.

a da manga/leite e a da ida/tuba, demais...rs

grande abraço.